Dom Francisco Biasin recebe homenagem no Rotary Club EM em Volta Redonda

Na noite desta segunda-feira, dia 14, o bispo de Barra do Pirai – Volta Redonda, dom Francisco Biasin, recebeu o título de sócio honorário do Rotary Club Volta Redonda Norte. A entrega foi realizada na Casa da Amizade, no bairro Jardim Primavera, em Volta Redonda durante a cerimônia de comemoração de 37 anos da instituição. Participaram também membros da Pastoral da Criança, pastoral essa que desenvolve junto com o Rotary há mais de 10 anos o projeto Amigo do Peito, com atividades de incentivo ao aleitamento materno. “Esse título é concedido a pessoas que têm uma contribuição grande na comunidade. Além de todo trabalho de dom Francisco, destacamos também a ação da Pastoral da Criança que faz parte da Igreja Católica”, destacou Haroldo Silva Tavares, membro do Rotary e responsável pela homenagem.

Para dom Francisco Biasin, é importante que instituições como o Rotary apoiem famílias e comunidades carentes com ações que promovam a dignidade da pessoa humana. Lembrou ainda, com entusiasmo, que a Pastoral da Criança é a “menina dos olhos” da Igreja Particular. “A Pastoral da Criança desde o seu nascimento é uma pastoral aberta a todas as pessoas sem distinção de credo e de ideologia, portanto ela penetra com muita facilidade nas sociedades que nós vivemos e, sobretudo, desperta muitas parcerias. Eu acredito que essa parceria ajudou também o Rotary Club a ver a importância da Pastoral ao salvar vidas e se colocar ainda mais a serviço em comunidades mais carentes”, disse.

Priscila de Oliveira Lima e Silva foi uma das mães que receberam as orientações. Ela destaca que ações como essa ajudam pessoas que em alguns casos desconhecem, por exemplo, a importância do pré-natal. “Foi muito interessante, devido à questão social, porque muitas mães que nem pré-natal fazem, participaram desse momento. O Rotary e Pastoral da Criança levaram essa orientação da importância da amamentação exclusiva até os seis meses e também que faz bem continuar até os dois anos”, destacou.

Fonte: Site da Diocese de Barra do PIrai – Volta Redonda