DIOCESE DE BARRA DO PIRAÍ-VOLTA REDONDA RECEBE TERÇO MARIANO PELA PAZ

Oração e comunhão marcaram a manhã desta terça-feira, dia 8, na Praça da Matriz de São Sebastião, em Barra Mansa. Mais de 200 pessoas se reuniram para a recitação do Terço Mariano Pela Paz, organizado pela Rádio Catedral FM da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Pelo segundo ano a diocese de Barra do Piraí- Volta Redonda participa dessa proposta do Regional Leste 1 da CNBB de englobar as dioceses do Rio de Janeiro em um momento de oração pela paz do estado e do país.

Conduzido pelo padre Milan Knezovic, a recitação foi intercalada com breves momentos de reflexão sobre as frequentes formas de violência em nosso país e no mundo. Ao meditar a flagelação de Jesus e a dor do julgamento, o padre lembrou, entre outros tipos de violência, a violência gerada pelo tráfico de drogas e da destruição de famílias em decorrência dessa prática. “O narcotráfico movimenta mais de 400 bilhões de dólares por ano, sendo um dos mais lucrativos na economia mundial. Dados da Secretaria Nacional de Antidrogas indicam que no Brasil há entre 20 e 30 milhões de viciados em álcool e 870 mil dependentes de cocaína. Junto com a Pastoral da Sobriedade e amor exigente, pedimos a graça que a nossa solidariedade e a busca pela paz superem todos os flagelos da violência causada pelo narcotráfico e dependência química”, falou.

Representante do Movimento do Apostolado da Oração, Túlio Costa, explicou como colocar a fé em prática na busca da paz e enfatizou que a vivência da paz depende de cada um, a partir da família, grupos de convivência e locais de trabalho. “Onde quer que seja devemos ser sal e luz de Cristo na vida do próximo e na sociedade, para que essa paz autenticamente aconteça…acima de tudo é uma preocupação minha nas comunidades evidenciar esse fervor e essa devoção com o Santo Terço. Além das graças que recebemos, ele é o caminho que aprendemos dia após dia com o Senhor e melhora muito nossa caminhada no hábito da oração”, completou Túlio.

Dom Francisco encerrou agradecendo a devoção dos fiéis e destacando a importância da oração das igrejas pela paz no mundo.“Estamos em comunhão com todas as Igrejas do estado nesse ato de oração e invocação pela paz. Com a intercessão de Maria, a mãe de Jesus, aquela que ofereceu seu filho na cruz para que nós todos pudéssemos ser salvos e pudéssemos implantar no mundo a paz, a fraternidade e a solidariedade”, finalizou o bispo. As próximas cidades a receberem o terço são Valença, dia 9; Nova Friburgo, dia 10; Campos, dia 11 e Rio de Janeiro dia 12.