Caminhada pela Paz reunirá milhares de pessoas na orla de Niterói

caminhadaA orla de Icaraí no munícipio de Niterói, em defesa da vida e pela paz. É com essa perspectiva que será realizada, neste sábado, 19 de maio, a Caminhada Luminosa pela Paz. O evento reunirá, no Museu de Arte Contemporânea (MAC), milhares de pessoas da Arquidiocese de Niterói, Diocese Anglicana, Igreja Luterana, Igreja Batista, Igreja Evangélica Sião, Conselho Espírita, Centro Israelita e Associação de Religiões de Matrizes Africanas, para um ato ecumênico, e em seguida percorrerão a orla de Icaraí, pedindo a Paz em uma caminhada Luminosa.

Dom José Francisco, Arcebispo de Niterói e Dom Luiz Antonio, Bispo Auxiliar, fizeram um convite, em vídeo, aos membros da Arquidiocese de Niterói, para que no dia 19 de maio, sábado, participem da Caminhada Luminosa pela Paz. A caminhada é um gesto concreto da Campanha da Fraternidade que, neste ano, trouxe como tema “Fraternidade e Superação da Violência”, e lema “Vós sois todos irmãos”.

O início das atividades está marcado para às 17h, com Celebração Ecumênica pela Paz, no Museu de Arte Contemporânea (MAC). Após a celebração, caminhada pela Praia de Icaraí até a Igreja de São Judas Tadeu.

Com faixas, cartazes e camisas, o público manifestará o desejo de Paz para o Estado do Rio e para o Brasil, pedindo que os seus direitos sejam respeitados. Será um grito pelo fim da violência e por políticas públicas que garantam a dignidade de todos.

O Bispo Auxiliar de Niterói, Dom Luiz Ricci, lembrou a importância da unidade para a promoção da paz. “O objetivo é fazer uma caminhada orante e meditativa, onde vamos juntar pela vida do nosso povo e pela superação da violência”, afirmou o Bispo. Todos são convidados a participar desta grande Caminhada pela Paz.

A Violência crescente em Niterói

O Município de Niterói tem registrado, a cada dia, um aumento crescente na violência, segundo o Jornalista Gilson Monteiro, em sua coluna no jornal O Globo, publicada em 18 de abril: “O roubo a comércio em Niterói vem crescendo mês a mês, segundo a estatística do ISP. Em janeiro, foram 30 casos registrados nas cinco delegacias de polícia do município; 44 em fevereiro, e 70 em março. Em São Gonçalo, a situação está bem pior. Foram 38 roubos a comércio em janeiro; 55 em fevereiro e 93 em março”.

Na coluna, o jornalista também destacou que, “em março, o ISP registrou 34 roubos de celulares em Niterói, número que deve ser muito maior, já que apenas as vítimas que possuem seguro contra a perda dos aparelhos procuram as delegacias de polícia para fazer o registro da ocorrência”.

E concluiu: “A estatística mostra, ainda, que bandidos roubaram, em março, 12 residências, oito caminhões de carga, 86 transeuntes, 37 ônibus, um banco e mais um total de 103 outros tipos de roubos. Também foram roubados ou furtados mais de oito carros, por dia em Niterói, e cerca de seis, em São Gonçalo, no mês de março”.

Confira os convites em vídeo:

Por João Dias
Imagem: Divulgação