COMUNICAÇÃO PELA POESIA

 

A imagem pode conter: área interna
Pe Luiz Cláudio Azevedo de Mendonça
Assessor Eclesiástico  da Pastoral da Comunicação da Diocese de Nova Friburgo
 VERDADE?
Pasmado fico
com esta gente
que diz que sente
o que é real
Mas que procede ilogicamente,
essencializa o acidente,
singulariza o  universal
E argumenta mui veemente,
portando a  “verdade onipotente”
que move os céus , os mares, o chão
Que toma vulto em várias mentes
que sem provar se é frio ou quente
engolem o prato
e ignoram a razão
A sociedade tão frágil é
como um caniço agitado
pelo vento de um demagogo ditado,
eloquente sobre um tripé
Belos vocábulos concatenados,
com grave tempero de emoção,
mesmo não sendo  apurados,
pela Lógica filtrados,
entorpecem o coração
Assim navega nesta corrente
quem não tem dentes pra mastigar
quem não se enxerga , nem busca a lente,
troca o real pelo aparente,
não procura a verdade p’ra se iluminar
E não o chames de sofista
tu que ao pensar dás função
Pois rotulam-te racionalista,
conservador ou anti-humanista,
louco ou progressista,
quando usas a simples razão