ADMINISTRAÇÃO APOSTÓLICA : Organeiro alemão visita Campos para executar montagem de Órgão de Tubos

Exibindo Organeiro Alemão em Campos - Foto Antônio Filho2.jpg

Exibindo Organeiro Alemão em Campos - Foto Antônio Filho4.jpg

Instrumento ficará na Igreja Principal da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney

 

A Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney recebeu, no começo do ano, em sua Igreja Principal, um Órgão de Tubos Steinmeyer, de 1950, doado pela Igreja Luterana Kleine Kirche, da cidade de Karlsruhe, na Alemanha. Nesta segunda-feira (12), o mestre-organeiro alemão Markus Roth, responsável pela manutenção do órgão, chegou ao município para fazer o planejamento da montagem do instrumento. O trabalho terminará na próxima quinta-feira (15).

Roth, vindo do município de Krauchenwies, localizado no distrito de Sigmaringen, em Baden-Württemberg, Alemanha, trabalhou na fábrica da Steinmeyer. Pela primeira vez na América do Sul, o mestre-organeiro teve ótimas impressões da cidade e da sala na qual irá trabalhar, localizada no subsolo da Igreja Principal, no bairro Parque Leopoldina. Durante a viagem, Roth conta com o suporte do consultor Sergio Presgrave, responsável pela intermediação que o trouxe ao Brasil, para a missão em Campos.

Conforme informações fornecidas pelo pároco da Igreja Principal, padre Claudiomar Silva Souza, o órgão, considerado o instrumento específico ao ofício litúrgico, marca o começo da concretização de mais um sonho da Administração Apostólica, que, este ano, completa 15 anos de sua missão, através da qual realiza a divulgação da forma extraordinária do Rito Romano, sob a administração do Bispo Dom Fernando Rifan.

– Quando descobrimos que igrejas poderiam se candidatar a participar do processo de escolha para a doação do órgão, iniciamos o processo. Em agosto de 2016, veio a notícia de havíamos sido contemplados. Essa visita do meste Markus Roth, é a penúltima fase do projeto. Após o levantamento de custos, iniciaremos a captação de recursos para a viabilização da montagem do instrumento – explica padre Claudiomar.

TEXTO E FOTOS 

ANTÔNIO FILHO