Diocese de Nova Friburgo realiza peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida no Ano Mariano

Pregrinação ao Santuário Nacional Diocese de Nova Friburgo (1)

A edição 2017 da Romaria promovida pela Diocese de Nova Friburgo ao Santuário Nacional de Aparecida, em Aparecida (SP), está prestes a começar. Os peregrinos das 60 paróquias deste território episcopal já se preparam para visitar a basílica dedicada à Padroeira do Brasil, no dia 6 de maio. Chegando ao local, os fiéis participarão da Santa Missa presidida pelo Bispo, Dom Edney Gouvêa Mattoso, seguida da oração do Santo Terço.

Desta vez, os romeiros têm um motivo ainda mais especial para celebrar. Afinal, este é o Ano Mariano, momento no qual a Igreja Católica em todo o país celebra os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do Rio Paraíba do Sul. Neste ano jubilar, serão concedidas indulgências àqueles que devidamente preparados visitarem o Santuário.

Unidos ao Bispo e ao Clero Diocesano, milhares de devotos se preparam para vivenciar o tão esperado momento. Centenas de caravanas estão prontas para seguir viagem na sexta-feira (5/5), devido à distância entre os 19 municípios da Diocese e a cidade de Aparecida, no interior paulista. Algumas comunidades percorrerão quase 500 km de estrada para chegar ao Santuário.

A programação na casa da Mãe e Rainha do Brasil começará às 9h, com a Celebração Eucarística presidida por Dom Edney e concelebrada pelos presbíteros da diocese. Logo após, às 10h, tem início a oração do Santo Terço na Tribuna, no qual os peregrinos poderão rezar pedindo a intercessão da Virgem Maria para as suas necessidades. Entre um mistério e outro serão entoados cânticos propícios e orações.

Indulgências na Peregrinação

A Peregrinação Diocesana assume ainda uma especial motivação, com a concessão de indulgências aos peregrinos. A Penitenciária Apostólica anunciou o pedido do Papa Francisco para o reconhecimento do ano jubilar em curso no Brasil e a concessão da indulgência para aqueles que “verdadeiramente penitentes e impulsionados pela caridade” visitarem na forma de peregrinação a basílica do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, durante o Ano Mariano.

Para alcançar a indulgência plenária, serão necessárias as condições habituais: a confissão sacramental, a comunhão eucarística e a oração na intenção do Santo Padre, o Papa. No local, deverão “devotamente participar das celebrações jubilares ou de promoções espirituais ou ao menos, por um conveniente espaço de tempo, elevarem humildes preces a Deus por Maria”. A conclusão deste momento deve acontecer com a Oração Dominical, pelo Símbolo da Fé e pelas invocações da Beata Maria Virgem, em favor da fidelidade do Brasil à vocação cristã, impetrando vocações sacerdotais e religiosas e em favor da defesa da família humana.

É estabelecida uma condição especial para a obtenção das indulgências pelos fiéis impedidos de fazer sua peregrinação por conta da velhice ou por grave doença. Igualmente poderão alcançar se assumida a rejeição de todo pecado, e com a intenção de cumprir onde em primeiro lugar for possível as três condições, espiritualmente se dedicarem diante de alguma pequena imagem da Virgem Aparecida, a funções ou peregrinações jubilares, ofertando suas preces e dores ao Deus misericordioso por Maria.

Ano Nacional Mariano

Por ocasião do tricentenário do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição, no Rio Paraíba do Sul, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), instituiu o Ano Nacional Mariano. Este momento de graças teve início no dia 12 de outubro de 2016, dedicado à Padroeira do Brasil, concluindo-se em 11 de outubro de 2017. O ano jubilar é uma oportunidade para celebrar, fazer memória e agradecer às bênçãos recebidas por intervenção da Virgem Maria.

———–
Departamento de Comunicação
DIOCESE DE NOVA FRIBURGO
(22) 2522-2799