Diocese de Campos apoia paralisação geral no dia 28 de abril

Exibindo Dom Roberto.JPG

As centrais sindicais de todo o país organizam uma paralisação nacional para o dia 28 de abril. Sindicalistas afirmam que pode ser a maior mobilização de trabalhadores e de diversos setores da sociedade dos últimos 30 anos no Brasil. Atentos aos protestos o bispo diocesano de Campos, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz, acompanhará as manifestações diretamente de Aparecida do Norte, no interior de São Paulo, de onde participa da 55ª Assembleia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

“A diocese de Campos seguindo a caminhada da CNBB, junto a outras Igrejas Cristãs e Religiões apoia a paralisação geral do dia 28 em defesa dos direitos sociais e da Constituição. Que Nossa Senhora Aparecida interceda pelo povo brasileiro” afirmou Dom Roberto.

O movimento será realizado contra as reformas da Previdência e trabalhista e a Lei da Terceirização. Grandes categorias aprovaram a paralisação em assembleias, entre as quais metroviários, motoristas de transporte público, motoboys, bancários, metalúrgicos, professores de escolas públicas e privadas, petroleiros, funcionários dos Correios, da construção, do comércio e da saúde.

Texto 
Ruan Souza