Local do batismo de Jesus declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO

O local do batismo de Jesus no Rio Jordão foi declarado oficialmente pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, em uma cerimônia realizada em Paris na terça-feira (2/2), na presença de uma delegação proveniente do Reino Hashemita da Jordânia, formada pelo Ministro do Turismo Nayef H Al-Fayez e pelo Arcebispo Maroun Lahham, Vigário Patriarcal para a Jordânia do Patriarcado Latino de Jesusalém.

Local visitado por quatro Papas

Em seu pronunciamento, o Arcebispo Lahham definiu o local do batismo de Jesus como “um lugar onde ainda ecoa a vos de Cristo”, em um país – a Jordânia – “tranquilo e seguro, em meio a um Oriente Médio em chamas”. “O Evangelho – recordou o Vigário Patriarcal – já o havia declarado há 2000 anos, a devoção popular sempre confirmou isto e hoje a comunidade internacional faz a declaração oficial”.

A Jordânia também é Terra Santa

“A partir desta tarde – acrescentou – nós podemos declarar a alta voz que a Jordânia é Terra Santa. A Terra Santa compreende também, e sobretudo, Jerusalém, Belém e Nazaré, mas a Jordânia não é por isto menos santa”