Dom Pedro Cunha é nomeado bispo coadjutor da Campanha (MG)

DSCN5600Nesta quarta-feira, dia 20 de maio, o Papa Francisco nomeou Bispo Coadjutor da Diocese da Campanha (Brasil) Dom Pedro Cunha Cruz, até agora bispo titular de Agbia e Auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito pelo arcebispo do Rio e presidente do Regional Leste 1, Cardeal Orani João Tempesta, pela Rádio Catedral.

“Quero agradecer a Dom Pedro e toda a sua missão nessa Arquidiocese, como padre e como bispo. Queremos acompanhá-lo com as nossas orações para essa nova missão, especialmente nesta semana, em que vivemos a novena do Espírito Santo. Que ele possa ser muito bem recebido na nova diocese o que o Espírito Santo”, disse o cardeal.

Em seu pronunciamento, Dom Pedro destacou a alegria pelo anúncio da nova missão recebida.

“Meu coração encheu-se de alegria e gratidão para com Deus, que faz seu Espírito soprar aonde quer e sobre quem Ele quer. É a paternidade de Deus que, com sua misericórdia e força, nos envia em missão”, disse.

Em seu texto para o anúncio da nomeação de Dom Pedro, Dom Orani descreveu um pouco do ministério de Dom Pedro na Arquidiocese do Rio:

“Elevo a Deus ações de graças pelo ministério de padre e de bispo do novo Bispo Coadjutor de Campanha. Deus seja louvado pela sua dedicação a Igreja do Rio de Janeiro. Como posso resumir o ministério de Dom Pedro como meu Bispo Auxiliar? Ele foi um homem de profunda vida interior, humilde, puro de intenção, contemplativo, responsável e generoso para com todos os ministérios que lhe confiamos. Ele está pronto para ser um grande Bispo na Campanha. Feliz esta Igreja centenária de receber esta pedra forte, este homem santo, que confirmará os irmãos na fé católica. Seja feliz em Campanha e seja para o seu clero e seus diocesanos SERVUS JESU CHISTI, Servo de Jesus Cristo, como nos recorda seu Brasão Episcopal. Alegro-me de tê-lo ordenado Bispo, muito aprendi de sua dedicação como fiel colaborador, e agora, filho caríssimo, o envio como um grande presente para a Igreja centenária da Campanha. O Rio de Janeiro continuará sendo a sua casa. Obrigado pelo seu testemunho e pela sua santidade.”

>>> Pronunciamento de Dom Orani por ocasião da nomeação de Dom Pedro

>>> Leia  mensagem de Dom Orani a Dom Pedro

>>> Carta de Dom Orani a Dom Diamantino Prata, Bispo Diocesano da Campanha

DSC_3401_30082014132959“Servus Jesu Christi”

Dom Pedro Cunha Cruz nasceu 16 de junho de 1964 no Rio de Janeiro. Ele completou seus estudos de filosofia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1987-1990) e teologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1986-1989). Então, em Roma, obteve a licenciatura em Teologia Fundamental na Pontifícia Universidade Gregoriana (1993-1996) e uma Licenciatura e Doutorado em Filosofia na Pontifícia Universidade da Santa Cruz (1993-1997).

Ele foi ordenado sacerdote 04 de agosto de 1990 e foi incardinado na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, onde ocupou os cargos de Vigário paroquial da paróquia Cristo Operário e Santo Cura de Ars , pastor das paróquias São Francisco de Assis , Santa Teresa de Jesus e Santa Rita , Diretor de Estudos no Seminário São José , Professor de Filosofia na Pontifícia Universidade Católica e Diretor da Faculdade de Filosofia Eclesiástica João Paulo II .

Em 24 de novembro de 2010, ele foi nomeado Bispo titular de Agbia e Auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro e recebeu a ordenação episcopal em 5 de fevereiro de 2011. Tem como lema “Servus Jesu Christi” (Servo de Jesus Cristo).

Como parte da Conferência Nacional dos Bispos ele tem sido um membro do Conselho Permanente e na região foi responsável pelo compromisso social e para o serviço pastoral nas prisões. Além disso, ele é presidente do Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais (CERIS).

>>>Agradecimento de Dom Pedro à Arquidiocese do Rio

>>> Saudação à Diocese da Campanha (MG)

Vaticano divulga a nomeação de três bispos para o Brasil

Além da nomeação de Dom Pedro, o Vaticano divulgou que o Papa Francisco nomeou o padre Paulo Jackson Nóbrega de Souza como bispo da Diocese de Garanhuns (PE), e acolheu o pedido de renúncia de Dom Alcimar Caldas Magalhães, conforme previsto pelo Código de Direito Canônico, por motivo de idade, nomeando Dom Adolfo Zon Pereira, como bispo de Alto Solimões (AM), onde já exercia a função de coadjutor.

Leia mais…

 

Fonte: Vaticano, CNBB e site ArqRio

Fotos: ArqRio