Diocese de Bara do Piraí-Volta Redonda elabora Diretório Sacramental

Conselheiros/as da Diocese de Barra do Piraí-Volta Redonda estiveram reunidos de 20 a 22 de maio, no Centro Pastoral de Arrozal, distrito de Piraí (RJ), discutindo e analisando a elaboração do Diretório Sacramental Diocesano, cuja iniciativa teve a primeira etapa, em novembro de 2010.

De acordo com o coordenador diocesano de pastoral, padre Leandro Nunes, o diretório vai nortear o futuro da diocese no tocante aos sete sacramentos na expectativa de cumprir as determinações das novas diretrizes diocesanas. “Demos um passo importante neste conselho para iluminar nossa caminhada, os trabalhos em grupos enriqueceram o documento para a síntese final”, disse padre Leandro.

O bispo diocesano Dom João Maria Messi (OSM), participou do conselho e agradeceu o empenho dos conselheiros das quatro regiões pastorais da diocese. “Esse diretório vai nos favorecer a trabalhar a unidade e a comunhão eclesial, porque os desafios da evangelização na atualidade devem ser encarados, mas com organização. Obrigado aos que nos ajudaram a concluir esta etapa”, congratulou Dom João.

A produção do Diretório Sacramental vai passar por etapas nas regiões pastorais com encontros com o clero e lideranças das pastorais. As conclusões que passarão pela sistematização serão desenvolvidas de julho a outubro. Em novembro, no último Conselho Diocesano do ano, provavelmente serão aprovadas.

Ainda no Conselho, Dom João fez referências destacando momentos importantes da 49 AG da CNBB.

A Pastoral Carcerária Diocesana informou sobre a situação dramática em que os presos da Casa de Custódia de Volta Redonda vem passando, devido a superlotação, totalizando mais de 400 pessoas. Foi decidido e aprovado pelo conselho enviar uma Carta ao governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral exigindo providências (leia abaixo).

Vagner Mattos

 

Carta ao Governador do Estado

 

Exmo Sr. Sérgio Cabral Filho

 

“As alegrias e esperanças, as tristezas e angústias dos homens de hoje,

sobretudo dos pobres e de todos os que sofrem, são também as alegrias e

esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo”

(Galdiun Spes 1).

 

“Nós, bispo, padres, diáconos, religiosos (as), agentes da Pastoral Carcerária, leigos e leigas reunidos em Assembléia do Conselho Diocesano de Pastoral (CDP) da Diocese de Barra do Pirai-Volta Redonda, realizado em Arrozal Distrito do município de Pirai, RJ, entre os dias 20 a 22 de maio, conscientes que a Igreja em nome de Cristo deve estar a serviço da vida, olhando à realidade que nos cerca, constatamos as várias ameaças a pessoa humana:  as drogas, a violência urbana, as agressões ao meio ambiente, o déficit de moradia, as doenças que agridem a população, dentre elas a dengue.

Conhecemos a situação da Cadeia Pública Franz de Castro Holzwarth situada no município de Volta Redonda, construída em 2004 para abrigar 302 pessoas, já acolhe mais de 400 pessoas; enfatizamos que a situação de desumanidade causada pela superlotação que leva  perigo à saúde e a segurança,  para os presos, familiares e para os agentes penitenciários.

Lembrando que ao ser construída a referida unidade prisional já alertávamos do perigo a Casa de Custódia se transformar em “Cadeião” e foi assumido um compromisso que isto não aconteceria, uma vez que já estava em projeto a construção de uma nova unidade prisional para atender presos advindos da Região Sul Fluminense, mas não aconteceu.

Preocupados com esta situação, nós da Diocese de Barra do Piraí-Volta Redonda, solicitamos aos senhores gestores do bem público que tomem medidas cabíveis, pois o quadro da referida Cadeia Pública é de extrema gravidade.

Com cópias aos Exmos Srs.: Secretário de Segurança Pública, Secretário de Administração Penitenciaria, ALERJ, Presidente do TJ, Juiz da Comarca, MP, DP, Executivos e Legisladores Municipais, OAB”.

 

Arrozal, 22 de maio de 2011.

“Estive preso, foste me visitar” (Mateus 25,36)

Assinam:

Dom João Maria Messi, OSM

Bispo Diocesano

Membros do Conselho Diocesano de Pastoral